segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009




Apartamento também pode ter horta. Com certos cuidados e seguindo algumas dicas, é possível ter uma horta com temperinhos e ervas.Quanto mais tempo de sol e espaço de área ensolarada, maior será a diversidade à disposição dos jardineiros de apartamento. As ervas aromáticas, além de se contentarem com o menor dos espacinhos, crescem mesmo sem a incidência solar direta. Basta que haja claridade natural na maior parte do dia. Ventos fortes e constantes não ajudam.Bom, agora que você já identificou os locais da sua futura horta, vejamos como fazer.O material de trabalho é bastante simples e o custo é baixo. Você pode usar vasos, mas é possível reutilizar materiais como caixas longa-vida, geladeirinhas de isopor ou garrafas PET.Com o tempo, paciência e dedicação, sua horta não só embelezará a casa, como trará um pouquinho da natureza para o dia-a-dia da família. E não vá desanimar se o seu pezinho de rúcula não vingar.DICAS:+ Escolha do local: O ideal é a varanda ou junto à janela. Prefira locais que recebem sol pela manhã.+ Vasos e jardineiras: Podem ser encontrados em supermercados no setor de jardinagem ou em lojas especializadas. O melhor é que tenha mais de 20cm de profundidade, para que as raízes tenham espaço para crescer.+ Terra: Compre terra adubada, é mais prático, e as plantas crescem melhor.+ Preparação: Encha um terço do fundo do vaso ou jardineira com brita ou argila para facilitar a drenagem. Lembre-se que os vasos devem ter furos no fundo, para escoamento da água.+ Cultivo: Plante com espaçamento (que varia de acordo com a planta). Tenha como parâmetro a planta adulta. Quando usar mudas, lembre-se de fincar estacas para auxiliar o crescimento vertical. Opte por plantas com raízes curtas, como coentro, cebolinha, salsinha.+ Água: No início, regue três vezes por dia até que a semente germine ou a muda pegue. Depois, basta uma rega diária, de preferência pela manhã. Retire plantas invasoras e proteja a horta de insetos, principalmente borboletas. Seus ovos viram larvas, que se alimentam das plantas. Regar é importante, mas a terra tem que estar úmida e nunca encharcada.

Um comentário:

Lígia disse...

Lindo!

Tempo, o que fazemos dele que não priorizamos tantas ações edificantes que refrigeram nosso ser...

Beijos!